Pular para o conteúdo principal

O Rosário Missionário


Rosário Missionário quer ser uma prática frequente de toda a Infância e Adolescência Missionária (IAM), que busca alimentar sua espiritualidade missionária suplicando a intercessão de Maria, Mãe de todos os povos. Ela foi missionária, ao ir anunciar a Isabel a Boa-Nova, momentos depois de ter concebido em seu ventre o filho de Deus.

Nesta oração, o Jovem Missionário, ao contemplar os ministérios próprios da Vida de Jesus nos Ministérios Gozosos, Luminosos, Dolorosos e Gloriosos, acrescenta as intenções missionárias universais, ao percorrer as cores dos cinco Continentes.

Na meditação de cada Ministério, ele pede a intercessão de Nossa Senhora, e tem presente as realidades sofredoras de cada Continente. O Rosário torna-se assim uma forma de alimentar o olhar universal na oração e solidariedade com os outros jovens e povos espalhados pelo mundo.

As cores do Rosário Missionário
O bispo Fulton Sheen (8 de maio de 1895 – 9 de dezembro de 1979), quando era diretor das POM dos Estados Unidos, teve a ideia de um Rosário Missionário. O rosário é formado por cinco dezenas, que são rezadas meditando-se em cinco "mistérios" da vida cristã. Cinco também são os continentes do mundo.

Ele escolheu uma cor para cada continente que, de alguma forma, recorda suas características. A cor representa cada povo e cada cultura. O Rosário Missionário, além da devoção a Maria, mãe de Jesus, tem como objetivo unir pela oração todos os filhos de Deus presentes no mundo inteiro. Por isto a contemplação de cada mistério traz uma reflexão sobre cada continente.

A finalidade do Rosário Missionário é oferecer um meio simples e prático de rezar pelas missões e pelos missionários.

Um testemunho eloquente desta forma de oração tem sido o Papa João XXIII que rezava o rosário missionário todos os dias pelo mundo inteiro dedicando uma dezena a cada continente: “Como Papa, devo rezar pela humanidade inteira e o faço ao rezar o Santo Rosário Missionário”.

Assim recordemos o que o Documento de Aparecida nos diz e sejamos missionários através desta bonita oração do Rosário: “... o mundo espera de nossa Igreja Latina Americana e caribenha, um compromisso mais significativo com a missão universal em todos os continentes. Para não cair na armadilha de nos fechar em nós mesmos devemos formar como discípulos missionários sem – fronteiras, dispostos a ir ao outro lado, aquele em que Cristo não é reconhecido como deus e senhor, e a Igreja não está presente”. (Dpa. 376)

A cor verde recorda a África, com suas florestas e também a esperança do crescimento da Fé cristã, graças também aos missionários que lá se encontram.

A cor vermelha lembra as Américas, por causa da cor da pele dos primeiros habitantes, os índios, (“os peles-ver­melhas”, como foram chamados na América do Norte) e também o sangue dos mártires, derramado por estes povos na época da conquista destas terras pelos euro­peus e nos nossos dias. Mártires de ontem e de hoje.

A cor branca representa a Europa, terra da raça branca. É também o continente que tem a presença do Papa, o grande mensageiro e missionário da paz.

A cor azul lembra a Oceania, continente formado por muitas ilhas e necessitado de missionários, mas que já envia seus missionários para outras ter­ras, inclusive para o Brasil. É também o continente da ecologia, ou seja, o que mais luta pela preservação da natureza.

A cor amarela representa a Ásia, continente da raça amarela, berço das antigas civilizações, cul­turas e religiões. Lá se encontra quase metade da população do planeta e a menor porcentagem de cristãos. Vivem os extremos da riqueza e da pobreza.

Postagens mais visitadas deste blog

O Rosário da Infância e Adolescência Missionária

O Rosário Missionário é um arco-íris de Ave-Marias que salvam o mundo. É uma oração que Nossa Senhora pediu a Bernadete na gruta de Lurdes, a Francisco, a Jacinta e a Lúcia em Fátima. Pode-se recitá-lo todo junto, ou rezar-se uma cor diversa cada dia.
VERDE- 10 Ave-Marias para as crianças da ÁFRICA: Um raio de esperança na pobreza de sua existência.
VERMELHO - 10 Ave-Marias para as crianças da AMÉRICA: Um sopro de fraternidade na solidão deles.
BRANCO- 10 Ave-Marias para as crianças da EUROPA: Um estímulo de esperança na pobreza de sua existência.
AZUL - 10 Ave-Marias para as crianças da OCEANIA: Um anúncio para os que ainda não conhecem Jesus.
AMARELO - 10 Ave-Marias para as crianças da ÁSIA: Uma pincelada na sua vida sofrida de trabalho.
Com esta oração, os meninos e meninas missionários enchem o mundo de um colorido arco-íris e ajudam Nossa Senhora a acender uma luz no coração de todas as crianças do mundo!

PRIMEIRA DEZENA A ÁFRICA seria o continente mais colorido: verdíssimas florestas, a…

Via Sacra das Crianças

O caminho que Jesus percorreu de Jerusalém até o Calvário, desde o início, foi chamado de “Via Crucis” (caminho da cruz), ou “Via Sacra” (caminho sagrado). Ao longo dos séculos, tornou-se a peregrinação pela qual somos convidados a acompanhar os passos de Jesus que, com seu sofrimento, deu a Vida ao mundo.
Celebrando a Via Sacra, não podemos deixar de ver, na dor de Jesus, o Filho de Deus, as dores do mundo, sobretudo, dos mais inocentes e pequeninos.
Naquela Sexta-Feira da Paixão, todos estavam presentes, e, por meio d’Ele, o mundo foi reconciliado com Deus.


1ª ESTAÇÃO - Jesus é condenado à morte

“Pilatos querendo satisfazer à multidão, soltou Barrabás,
mandou açoitar Jesus e o entregou para ser crucificado”. (Mc 15,15)
Em alguns países também as crianças e os adolescentes podem ser processados e condenados, não tem a possibilidade de defesa e esperam, sem esperança, a pena.
Nós te adoramos, Senhor, e te bendizemos, Porque pela vossa santa cruz remiste o mundo.
Jesus, quando Pilatos te conden…

Consagração da IAM

A consagração é um entregar-se, decidir-se livremen­te, dizer sim. Na Infância Missionária a consagração é uma forma de assumir pública e solenemente a decisão de ser missionário. É a disposição de colaborar para que todas as crianças do mundo conheçam e amem a Jesus e se amem entre si. É realizada quando o assessor observa uma participação mais amadurecida e comprometida das crianças com, pelo menos, um ano de caminhada na Infância e Adolescência Missionária: um tempo suficiente para conhecer a obra, seus objetivos, compromissos, etc. Esse ingresso deve ser o sinal da vontade de se comprometer com Jesus, de ser missionário na família, na paróquia e na Igreja universal. A cada ano, com uma cerimônia especial, renova-se esse compromisso da IAM, com o objetivo de manter vivo o ardor missionário nas crianças. A celebração pode ser realizada dentro da missa, depois da homilia, ou numa celebração especial.
CELEBRAÇÃO DE CONSAGRAÇÃO Dirigente - Irmãos e irmãs, o motivo pelo qual essas crianças ho…